Campanha do Litro D'Água

Você está convidado a participar da Campanha do Litro d´Água.
Programe-se para poupar um litro de água por dia. Ou deixar de gastar o litro que não precisa - que não faz falta.

Apresentação (com som)

No seu banho abra um pouco menos o chuveiro e termine 1 minuto antes.
Ao escovar os dentes, escove com a torneira fechada.
Ao lavar as mãos não lave o sabonete. Ensaboe as mãos com a torneira fechada.
Se cortar a barba (ou em depilação) com lâmina, faça com a torneira fechada.
Ao molhar as plantas, use apenas o necessário.
Não lave a calçada. A chuva faz isso para você.
Incentive sua família. Você estará prestando um enorme benefício ao Meio Ambiente, às pessoas em geral e, o mais importante, a você mesmo.
Você não gasta e ainda lucra com isso.
É só um litro por dia, o que poderá significar milhões de litros/dia.
Pense e faça. O lucro é seu.
Divulgue. Diga-nos e diremos ao mundo. A Natureza agradece.




Nesta campanha ambiental convidamos as entidades e empresas a participar, simplesmente divulgando os hábitos simples de não desperdício, que uma vez incorporados ao nosso dia-a-dia, sem qualquer esforço, nos proporcionarão a economia de milhões de litros de água – considerando somente a região de Porto Alegre, pode significar cerca de 1,5 milhão de litros/dia. Hoje existem países literalmente no “conta-gotas” em assunto de água e nossas crianças merecem uma garantia. É uma herança que deixaremos. As participações tanto de entidades quanto de empresas e escolas são divulgadas e seus logotipos citados no site da Associação Brasileira de Incentivo ao Desenvolvimento Sustentável ABIDS-MA.

O Objetivo da Campanha é chamar a atenção para evitar o desperdício no uso da água. Simples mudança de hábito pode significar economia de milhões de litros por dia. O mundo inteiro se preocupa – nós faremos a nossa parte.

Com relação à divulgação, essa é uma atuação diferenciada: Não se pretende impressos de qualquer tipo – é uma ação ambiental falada. Pretende-se que as pessoas assumam o compromisso e comentem, para transmitir. Nas empresas é importante que os empresários convidem seus funcionários e parceiros e convidem para que levem também o convite para suas casas. Nas escolas, a Direção junto com o Grêmio Estudantil/Centro Acadêmico e os Professores, levam a mensagem a cada aluno e esses para suas casas. Não há impressos, só ações. Querendo fazer divulgação também pela internet, é válido.

Cada entidade ou empresa, se entender que é válido, divulga internamente, convidando a todos a participarem e a levarem para suas casas o convite. Não é determinação – é convite a ser feito pelos Diretores e Gerentes ao seu pessoal e familiares e pelos Professores nas escolas a todos os alunos e familiares. É uma ação “de dentro para fora”.

Salientamos que não há qualquer valor envolvido na campanha. Apenas ações para promover mudança de hábito.

Como período, a campanha inicia no momento em que cada um decidir e prolonga-se pelo tempo que a entidade/empresa entender.

Como metodologia de divulgação, o mais eficiente é o chamado “boca-a-boca”. O responsável (Presidente, Diretor, Gerente, Professor, etc.) convida seu pessoal para assumir e para convidarem suas famílias. O resultado é também para nós, mas principalmente para nossos filhos e para os filhos dos nossos filhos.

Cada empresa ou entidade pode computar através do RH quantas pessoas resolveram aderir e dessas quantas somaram com seus familiares. Essa informação pode ser facilmente computada. Nas Escolas, a Direção, o Grêmio Estudantil/Centro Acadêmico fará essa computação (alunos + familiares) de quem se comprometeu; depois que inicia vira hábito, é para sempre. Esses dados poderão futuramente serem apresentados ao Departamento Municipal/Estadual de Águas para oficialização.

Cada empresa/entidade pode agir da forma como melhor entender. A forma apresentada é a sugestão primeira e pode ser modificada como melhor entendido.

Importante salientar que, embora tenhamos lançado a ideia, ninguém é “dono” da campanha. A Campanha do Litro d´Água é de todos para todos, não havendo também qualquer conotação política. Faz quem quiser da maneira que quiser. O importante é fazer.

O Centro Nacional de Tecnologia Limpas do SENAI tem credenciamento da ONU-UNIDO/UNEP para representação para todo o Brasil e irá divulgar o RS como pioneiro nessa atuação.

A empresa ou entidade que participar pode nos enviar seu logotipo que faremos questão de divulgar e pode também, caso queira, divulgar os outros participantes.

Lélis da Cunha, Diretor da ABIDS-MA


Fique atento para o consumo de água

Lavar as mãos - 3 a 5 litros

Minuto no chuveiro - 15 litros

Descarga no vaso sanitário tradicional - 10 a 16 litros

Lavar a roupa com máquina de lavar - 150 litros

Lavar a roupa em tanque - 150 litros

Escovar os dentes com água correndo - 11 litros

Lavagem do automóvel com mangueira - 100 litros

Lavar louça em lava-louça - 20 a 25 litros

Estima-se que mais de 1,1 bilhão de pessoas no mundo sofrem com falta d´água – e um dos grandes responsáveis é o desperdício. Não adote a cultura do desperdício. Pare, pense, faça. Os beneficiados serão você e seus filhos.

- Se a gente quiser modificar alguma coisa, é pelas crianças que devemos começar. (Airton Senna)

ÁGUA - Um problema que preocupa e o seu bom uso, sem desperdício, é um problema prioritário (Jorge Babot Miranda).

Na Declaração Universal dos Direitos da Água (ONU 1992) consta que:

A água é parte do patrimônio do planeta, sendo cada cidadão responsável.

A água deve ser manipulada com racionalidade, precaução e parcimônia.

O equilíbrio e o futuro do nosso planeta dependem da preservação da água.

A água não deve ser desperdiçada, nem poluída nem envenenada. Sua utilização deve ser feita com consciência e discernimento.

A água é herança que recebemos e herança que deixaremos.

Na Constituição Federal consta que todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se a todos o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações.

As perdas de água se devem mais à poluição e à contaminação, sendo o desperdício o principal fator.

Sem alimento, uma pessoa pode resistir até 40 dias, mas sem água, apenas 72 horas.

O custo da água
A água tem custo? Tem. E como. Não nos damos conta porque está inserido no nosso dia a dia. Mas vejamos: se pouparmos, ou não desperdiçarmos, poderemos por exemplo, gastar R$ 10,00 a menos na conta mensal. Dez reais não justificam uma campanha. Porém, se multliplicarmos por 12 milhões de pessoas, só no RS, serão R$ 120 milhões. E nós pagamos a conta. Para que a água chegue em nossa casa passa pelos seguintes procedimentos:
1) Captação da água (tem custo);
2) Filtragem e tratamento (tem custo);
3) Distribuição (tem custo).
E quem paga a conta? Nós. É desperdício de mão de obra, de sistemas, de equipamentos, de estruturas.

Conforme dados do SNIS - Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento, cada brasileiro consome em média 120 litros de água por dia.

ÁGUA - Um problema que preocupa e o seu bom uso, sem desperdício, é um problema prioritário (Jorge Babot Miranda).

Uma gota tem todas as características que há num litro, ou num rio. Cada gota tem valor. Cada gota importa. Use mas não desperdice. Promover a educação ambiental é tarefa de todos.




Campanhas

A ABIDS-MA criou o Premio Febramec Meio Ambiente no ano de 2007, para salientar a importância do cuidado com o Meio Ambiente. A premiação foi definida por uma Comissão Julgadora de 26 entidades e coordenada pelo Centro Nacional de Tecnologias Limpas CNTL-SENAI/UNIDO/UNEP (Clique Aqui para ver a Relação da Comissão Julgadora) e premiou indústrias de vários Estados do Brasil (Clique Aqui para ver a relação das empresas premiadas) e propiciou a execução de uma ação ambiental muito apreciada e comentada, que foi o plantio de mudas de árvores. As mais de 300 mudas, selecionadas e cedidas pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Caxias do Sul, RS, foram levadas ao Parque da Festa da Uva para serem plantadas pelos expositores da Feira Brasileira da Mecânica Febramec durante os cinco dias de duração da feira. Pessoas foram levadas a várias áreas pré-selecionadas e, com o auxílio dos técnicos da SMMA, foram plantadas. Cada um plantou a sua muda (Clique Aqui para ver as fotos do plantio). Além do benefício ambiental, essa ação coletiva, bastante divulgada não só pela imprensa mas também pelos próprios executores, ressaltou a necessidade da conscientização no cuidado do trato com o Meio Ambiente. Sendo essa a razão maior, a da conscientização, os resultados se manifestam até os dias de hoje. Quem fez não esquece e comenta. Importante prestarmos atenção ao meio que nos cerca e mesmo não tendo as condições ideais ou de facilidade, é necessário ter-se consciência de que as gerações futuras devem ser levadas a esse entendimento.

Neste ano de 2015, em homenagem aos 85 Anos do Colégio Estadual Cristóvão de Mendoza, a ABIDS-MA com parceria da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, promoveu o plantio de 85 árvores em ação de Professores, Alunos e Empresários.

Com essa meta, outras ações similares foram programadas para serem executadas por crianças de escolas primárias, formando-se o conceito básico já no início da vida coletiva.